Mensagens

Quais são os documentos necessários para ser um trabalhador-estudante?

Imagem
Headway Trabalha e estuda ao mesmo tempo? Então, tem direito a usufruir do estatuto de trabalhador-estudante . Na universidade, o estatuto de trabalhador-estudante elimina a frequência obrigatória. Além disso, permite-lhe candidatar-se a um número ilimitado de exames durante a época de recurso. Mas não só! Ser trabalhador-estudante também lhe dá benefícios no trabalho. Se faz um horário completo, tem direito a uma dispensa de 6 horas semanais. Se trabalhar em part-time (por exemplo, 30 horas semanais), tem direito a 4 horas semanais. Saiba mais sobre os direitos dos trabalhadores-estudantes . Portanto, a única questão é só: quais são os documentos necessários para ser um trabalhador-estudante? Se é trabalhador estudante, deve informar-se na instituição de ensino sobre quais são os documentos necessários. Normalmente esta informação está disponível no website, mas também pode confirmar na secretaria. A maioria das universidades pede os seguintes documentos: Os trabalhadores por conta

Como usar a inteligência emocional?

Imagem
Bret Kavanaugh A inteligência emocional pode ser uma arma poderosa em várias situações. Veja aqui como usar a inteligência emocional a seu favor: 1. Melhorar o seu desempenho no trabalho Se tiver uma inteligência emocional muito desenvolvida, é mais fácil lidar com os pequenos atritos e frustrações do dia a dia. Numa situação de trabalho, há sempre muitos egos em jogo e um verdadeiro líder de equipa tem sempre uma inteligência emocional apurada. Normalmente, a inteligência emocional implica conhecer-se muito bem a si própria, nem que precise de fazer psicoterapia ou consultas de psicologia. 2. Lidar com momentos de crise Também pode utilizar a inteligência emocional para lidar com momentos de crise. Saber ler bem a situação e todos os intervenientes pode ajudar a ultrapassar problemas e obstáculos. Se está a passar por um momento mais complicado e sente dificuldade em lidar com a pressão, procure consultas de psicologia em Setúbal , consultas de psicologia em Lisboa ou na sua zona. 3

Burnout: Técnicas psicológicas para evitar o esgotamento

Imagem
O burnout é um síndrome que caracteriza stress associado ao trabalho. Na grande parte das vezes, ocorre ao fim de um período longo (vários anos) de exposição a factores de stress no local de trabalho. Embora não seja uma doença, tem sintomas sérios. Sofro de burnout? Veja se os seguintes sintomas batem certo com o que sente Sensação extrema de cansaço físico e emocional Não consegue ter uma boa noite de descanso, acorda sempre cansado ou cansada Sensação de desespero e perda de controlo “Dormência emocional” e cinismo Tratar outras pessoas de forma fria Depressão e ansiedade generalizada Como combater o burnout ou esgotamento? De seguida algumas dicas para evitar o burnout ou começar a sair do esgotamento. Procurar equilíbrio entre a vida privada e o trabalho Realisticamente, muitas vezes o burnout começa quando as pessoas passam demasiado tempo no trabalho. Muitas horas extra não planeadas, deadlines que obrigam a ficar só mais um pouco, levar trabalho para casa, receber chamadas e e

Como combater a depressão na adolescência?

Imagem
A depressão afecta 31% dos jovens e adolescentes em Portugal . Destes, 19% apresentam sintomas graves a moderados, enquanto 10% têm comportamentos suicidas. Mas, mesmo perante estes números, os especialistas dizem que a depressão nos jovens pode estar “sub-diagnosticada”. Quais são os sintomas de depressão? Embora muitos adolescentes se fechem em si mesmos e escondam os sinais de depressão, quase sempre há sinais de alarme: mudanças físicas e do estado de humor; dificuldade de concentração; alterações no apetite (deixar de comer ou comer em demasia); sentimentos permanentes de tristeza; isolamento social e afastamento até dos amigos; perda de interesses, desinteresse até por hobbies; automutilação. Além disso, há vários factores de risco que podem despoletar uma depressão. Perante estes factores, os pais devem ter uma atitude preventiva e procurar consultas de psicologia. Entre estes factores encontram-se: perda de um familiar próximo (pais, irmãos, etc); sofrer de bullying na escola

Beneficios de uma aula indoor Cycling

Imagem
Trust "Tru" Katsande O indoor cycling ou spinning é conhecido por ser uma forma de exercício bastante exigente. Não é estranho ouvir que alguém ficou com as pernas em água durante dias depois de apenas uma aula. A realidade é que o ciclismo é um exercício cardio muito focado no maiores grupos musculares do corpo (coxas e glúteos). Como tal, é um exercício bastante extenuante no que toca à capacidade cardio-respiratória mas também doloroso, caso não esteja habituado a “massacrar” estes músculos frequentemente. Mas também existem benefícios! Mesmo para os que estão apenas a começar a fazer exercício. Aulas não são afectadas pelas condições atmosféricas Parar 1 ou vários dias pelas condições atmosféricas pode ser o suficiente para desencarrilar uma pessoa motivada. Quem nunca se sentiu motivado até ao dia em que, por uma razão ou outra, não pôde ir ao ginásio uma ou mais vezesNo dia seguinte, de repente parece que a motivação desvaneceu? Ou que o exercício que já fazia com pouc

Qual a diferença entre o psicólogo e um psiquiatra?

Imagem
A principal diferença entre um psicólogo e um psiquiatra é que o psiquiatra é um médico. Por isso, tem poder para receitar medicamentos e passar um atestado médico. Por outro lado, o psicólogo, embora seja um profissional de saúde mental, não está autorizado a medicar o paciente. Alguns problemas podem ser exclusivamente psicológicos e a psicoterapia é uma grande ajuda para os ultrapassar. No entanto, quando há alterações cerebrais ou um desequilíbrio neurofisiológico, o psiquiatra pode ajudar a chegar a um diagnóstico final. Muitas vezes, o tratamento psicológico e o psiquiátrico são complementares. A medicação é útil para lidar com a sintomatologia e retomar uma “vida normal” enquanto avança na psicoterapia. A psicoterapia tem uma taxa de sucesso alto, mas é um tratamento prolongado. A terapia cognitivo-comportamental, por exemplo, é muito útil para ultrapassar transtornos de ansiedade e depressão. Por isso, é muito comum que o psicólogo e o psiquiatra trabalhem em conjunto para mel

Como combater a frustração?

Imagem
A frustração é capaz de sugar todas as nossas energias e bom-humor. No entanto, também faz parte do dia a dia: já todos nós nos sentimos frustrados com alguma coisa. Pode ser um ‘bad hair day’, uma coisa que correu mal no trabalho, algo que nos irrita na pessoa com quem dividimos casa… Enfim. Mas, antes de que a frustração se apodere da sua vida, aprenda como combater a frustração. O segredo para combater a frustração é ir à raiz do problema. O que está na origem dessa frustração? Porque que é que um determinado comportamento o incomoda? Tem inveja, faz-lhe lembrar uma memória desconfortável? Porque se sente insatisfeito com a sua vida? O que lhe falta? O que tem em excesso? Se a causa da frustração é algo que pode controlar, tem de fazer tudo o que está ao seu alcance para inverter a situação. Por exemplo, se a sua fonte de frustração é o seu trabalho ou o seu salário, não se acomode. Continue à procura de outros trabalhos e de outras oportunidades. Não quer mudar de empresa? Então,